Acompanhe nas redes sociais:

23 de Outubro de 2017

Outras Edições

Edição nº 934 / 2017

10/08/2017 - 21:31:34

Prefeito de Mata Grande sofre pressão do padrinho político

Da Redação
Hélio Brandão e Mandú durante a campanha de 2016, quando atual prefeito era vice de Jacob Bradão (E)

De Mata Grande vem à informação, de que o prefeito Erivaldo de Melo Lima (PP) está sendo pressionado pela família Brandão. É que na noite do último sábado, Erivaldo Mandú, como ele é conhecido, teria recebido em seu apartamento em Maceió, a indigesta visita do ex-prefeito Hélio Brandão e sua esposa Cristina, ocasião em que jogaram duro quanto a um compromisso firmado em campanha, que não vem sendo honrado mensalmente; conforme acerto feito no ano passado.  No jogo também está uma milionária verba de precatório do Fundeb, que deve estar entrando por esses dias, cujo somatório passa da casa dos R$ 40 milhões.

Erivaldo Mandú é cria política do ex-prefeito Hélio Brandão. Tanto que nas duas gestões passadas do filho de Hélio, Jacob Brandão, que está solto graças a um habeas corpus (ele é acusado de envolvimento num esquema de desvio de dinheiro da saúde), Mandú ocupou o cargo de vice. “Certamente seu Hélio está exigindo do Mandú um ‘mensalinho’ que provavelmente deixou de ser cumprido” disse um informante, que pediu para manter seu nome em sigilo.

Acredita o informante que Erivaldo Mandú não rompeu com Hélio Brandão, até porque o prefeito vem mantendo até agora os secretários Diana Brandão, Gabriel Brandão, Guilherminho e Dona Francisca. “Mas entendo que existe a hipótese de o prefeito estar acuado, e até com medo de inflamar ainda mais a situação se exonerar esses quatro personagens ligados familiar e politicamente ao velho Hélio” disse.

No ano passado, Hélio Brandão disputou a eleição de Joaquim Gomes, município no qual a esposa já chegou a ser prefeita e posteriormente foi cassada. Brandão gastou o que pode para se eleger, mas isto não aconteceu, visto que Adriano Barros saiu como vencedor por uma diferença de 130 votos. “A campanha de Hélio Brandão teria sido desgastada, por ser acusado de crime de improbidade administrativa à frente da Prefeitura de Mata Grande, onde a Justiça busca acerto de contas, conforme dados divulgados pelo Ministério Público” comentou um candidato aliado e também derrotado em Joaquim Gomes na eleição para vereador.  

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia